terça-feira, 14 de setembro de 2004

Doa a quem doer...

A forma como Nobre Guedes anunciou o explosivo relatório que culpa a Galp pelo acidente em Leça da Palmeira, em Julho passado, sem falar com nenhum dos ministros ligados ao sector, causou mal-estar no Governo.
Isto porque o actual Ministro das Obras Públicas era, a data do incidente na Galp, o Presidente do Conselho de Administração desta empresa.
Independentemente de ele ter responsabilidades ou não, Nobre Guedes, enquanto Ministro do Ambiente cumpriu o seu papel. Afinal de contas o resultado do relatório é para ser dado a conhecer "doa a quem doer".
Devia era ser sempre assim. E não só na política. Também nas empresas, nas autarquias e em outros sectores da sociedade portuguesa que por vezes "passam despercebidos"...
A verdade acima de tudo!

2 comentários:

Anónimo disse...

De: Pedro Pereira
Sim, em Ourém por exemplo falta transparência em muitas coisas, não achas?

João Heitor disse...

Há quem diga que sim. Eu, na realidade não sei nada. Mas que há situações dúbias... isso há!
Abraço