sexta-feira, 19 de novembro de 2004

Acordem! Agitem Bandeiras!

Mário Soares defendeu que "só a restituição da voz aos cidadãos pode evitar revoltas descontroladas" e que só ainda não houve "aventuras militares" devido à integração de Portugal na União Europeia.

Esta reflexão, de um dos pais da democracia portuguesa, carrega, não só o peso político e intelectual do seu autor, como a opinião sincera e desprendida, que é partilhada pelos cidadãos mais esclarecidos deste país.
Por mais que a classe política esteja descredibilizada, há que apelar à consciência cívica de todos os cidadãos.
Há que procurar sair da "depressão" generalizada, causada pela descredibilização dos principais sectores da sociedade.

Mário Soares também alertou para o "polvo da corrupção que alastra os seus tentáculos no Estado, na sociedade e nas autarquias" a níveis que nem na ditadura existiram.

Perante esta situação, há que procurar alertar as nossas consciências adormecidas e mudar.
Mudar o que de mal existe na nossa rua, na nossa terra, no nosso país. Só assim, cumpriremos a nossa função como cidadãos, livres e construtores de um mundo melhor.

Sem comentários: