segunda-feira, 19 de maio de 2008

Quinze dias depois da passagem do ciclone Nargis, as autoridades militares de Myanmar continuam a recusar a ajuda internacional de socorro aos milhares de habitantes que sobreviveram, mas que estão famintos, doentes e feridos.

Porque é que os generais birmaneses não distribuem alimentos para todos, não aceitam a ajuda externa em nome do valor da vida humana?

Que homens são estes que desprezam os seus concidadãos?

1 comentário:

Anónimo disse...

Mas estes homens também existem no nosso Portugal, bem ao nosso lado, só que têm a lata de viver disfarçados de bons samaritanos...

Bjocas