sábado, 6 de dezembro de 2008

Avaliação de desempenho

O dono de um talho foi surpreendido pela entrada de um cão dentro da loja. Enxota-o mas o cão volta a entrar. Volta a enxotá-lo e repara que o cão traz um bilhete na boca. Apanha o bilhete e lê:

'Manda-me 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor?'

Também repara que o cão tem na boca uma nota de 50 euros. Avia o cão e põe-lhe o saco de compras na boca. Impressionado e, como estava para fechar, resolve seguir o cão. O cão desce a rua, chega aos semáforos e, com um salto, carrega no botão para ligar o sinal verde. Aguarda a mudança de cor do sinal, atravessa a rua e dirige-se à paragem dos autocarros. O talhante estava perplexo! Na paragem, o cão observa o painel dos horários e senta-se no banco, aguardando o autocarro. Chega um autocarro, o cão vai à sua frente verificar o número e volta a sentar-se no banco. Chega outro autocarro e, verificando que era aquele o número certo, entra. E o talhante, de boca aberta, também entra para seguir o cão. Algumas paragens depois, o cão fica em pé nas patas traseiras e carrega no botão de stop, para mandar parar o autocarro e sempre com as compras na boca. O talhante e o cão caminham pela rua, quando o cão parou à porta de uma casa e pôs as compras no passeio. Vira-se um pouco, correu e atirou-se contra a porta. Repetiu o acto mas ninguém lhe abre a porta. Contorna a casa, salta um muro e, numa janela, começa a bater com a cabeça no vidro várias vezes, retornando para a porta. De repente, aparece um tipo enorme a abrir a porta e bate no cão. O talhante corre até ao homem, tenta-o impedir de bater mais no cão e diz-lhe bastante indignado:

'Óh homem, o que é que está a fazer? O seu cão é um génio!'
O homem responde:

'Um génio? Já é a segunda vez esta semana que este estúpido cão, se esquece da chave!'
Moral da história:
Podes continuar a exceder as expectativas, mas a tua avaliação
depende sempre da competência de quem avalia…

6 comentários:

Anónimo disse...

PARABÉNS PELA COLOCAÇÃO!!!


FUGITIVA!

ana disse...

simplesmente genial!!

loira disse...

Que verdade tão grande amigo...
Aqui por onde ando, tenho visto serem bem avaliados todos aqueles que cometem grandes erros... E depois há sempre quem ache que este novo tipo de avaliação é mto mais verdadeira...pra quem?
Pra quem lambe as botas e esconde além dos seus erros, os erros de quem lhe está acima...e mais não digo, senão sou decapitada.

Bjocas

João Heitor disse...

Fugitiva.
Não pude aceitar, porque estou a dar aulas e a trabalhar noutro local.
E há incompatibilidade entre público e privado...
Bjs

João Heitor disse...

Ana.
Não deixa de ser real.
Dai, talvez, a espetacularidade da história e da moral da mesma!
:)
Bjs

João Heitor disse...

Loira, amiga, não escrevas mais.
Pelo menos tu não lambes botas. Logo, andas com a língua limpa!
:)
Já há quem possa ter além da língua outras partes do corpo sujas.
;)
Bjs