sábado, 25 de abril de 2009

25 de Abril... Sempre, com Cravos e Zeca Afonso!

Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

1 comentário:

Anónimo disse...

Que possamos cantar e ouvir a "Grândola" durante muiiiiiiiitos anos com cravo vermelho, na mão ou na lapela do casaco;
de mãos dadas homenageando os homens e mulheres de Abril;nâo esquecendo os valores: democracia liberdade igualdade fraternidade solidariedade
Bjs Oriana