segunda-feira, 25 de junho de 2012

Construir é mais difícil, mas sabe melhor…



Resultado da parceria entre o Município de Ourém e a ACISO foi criado o Centro de Empresas de Ourém e o Gabinete de Inserção Profissional no nosso concelho. Este Centro e este Gabinete, situados no edifício do Mercado Municipal, pretendem desenvolver e apoiar novas microempresas e criar mecanismos facilitadores de (re)inserção profissional de jovens e adultos desempregados.

O Município de Ourém e as restantes entidades provaram, uma vez mais, a sua vontade em criar respostas e alternativas para os empregadores e desempregados, visando, simultaneamente, a dinamização do tecido empresarial do concelho.

Todas as iniciativas conjuntas serão sempre de louvar, face às dificuldades do dia a dia que se multiplicam pelo mundo fora. Juntar a INSIGNARE, o Centro de Emprego de Tomar e o Gabinete de Apoio e Promoção da Actividade Empresarial (ACISO e Município de Ourém) em torno destes objectivos, consolida o projecto e sustenta a importância da acção de todos.

São estas, e outras, as iniciativas em conjunto que consolidam as estruturas e as organizações, que engrandecem os seus actores, e que solidificam as relações de confiança entre habitantes, utentes, munícipes e cidadãos.

Ainda que a democracia, com as suas imperfeições, seja o sistema mais democrático, não nos podemos esquecer que as estruturas organizacionais são compostas de homens e mulheres que sentem e vivem as mesmas alegrias e as mesmas dificuldades do comum dos mortais.

Assim, os habitantes, os utentes, os munícipes e os cidadãos esperam e desejam que mais parcerias, mais congregações de recursos humanos e materiais se realizem e se concretizem. Os manuais de gestão, os livros sagrados, a doutrina humanista há muito tempo que apresentam e incentivam à prática destas iniciativas.

Sabemos da tentação de dividir para reinar, de acumular poderes de quintal, do desejo de alguns em lançar o fogo para renascerem das cinzas, ou da simples e única capacidade desses mesmos em só saberem criticar e apontar o dedo. Porém, o tempo, tem-se encarregue de mostrar o rosto dessa gente, a quem nada se conhece de positivo, de brilhante, ou de memorável para ser destacado.

A todos os outros, parabéns!

João Heitor

Sem comentários: