terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Agroal



Pela positiva…

Há quem continue a cair na prática caótica da crítica pela crítica, e, consumada, em cartas anónimas. A dignidade do exercício das funções públicas dos eleitos e dos funcionários municipais exige que se assegure a estabilidade da gestão do concelho, com paz e eficácia, pelas responsabilidades comuns.

Numa altura em que as notícias do país e do mundo nos angustiam, a cada dia que passa, importa relembrar realidades concelhias que nos últimos 3 anos foram alteradas, pela positiva, e que hoje garantem melhores condições de vida para os cidadãos do nosso concelho. Durante as últimas duas décadas ouvimos, lemos e assistimos a vários projectos relativos ao Agroal e a sua praia fluvial. Porém, só nos últimos anos esta localidade assistiu, efectivamente, à realização de obras.

Quem não se lembra do Agroal com casas abandonadas, com casas de banho e duches insuficientes, sem bolsas de estacionamento, sem saneamento básico, sem edifícios de apoio, divulgação e promoção, com acessos viários desregulados, sem vigilância, iluminação e o tanque da nascente em contínua degradação?

Hoje, e após o investimento realmente concretizado em obra nos últimos anos, a Praia Fluvial e o Centro de Interpretação do Alto Nabão, no Parque Natureza consolidam a requalificação dos espaços com uma oferta ambiental e lúdica que levou mais de 170 mil pessoas a visitar e usufruir, na última época balnear do nosso Agroal numa dinâmica de turismo que se pretende qualificar e abrir à descoberta da natureza.

Assim, importa registar que nos últimos 3 anos se levou a distribuição de água domiciliária e saneamento a este ícone ambiental do nosso concelho num registo de coerência com o seu valor patrimonial integrado na Rede Natura 2000 da União Europeia.  

Alargaram-se algumas bermas na estrada de acesso, garantiu-se a vigilância através de nadadores salvadores durante a época balnear, disponibilizaram-se novas casas de banho e balneários, uma cafetaria, edifícios de apoio, acessos rodoviários e pedonais regulados, iluminação pública, o tanque balnear requalificado e vários espaços verdes na envolvente ao serviço de todos.

Com rigor e sensibilidade é, também este, o trabalho que se tem desenvolvido, concluído e aperfeiçoado pela dialéctica das nossas potencialidades e características. Ourém marca pela positiva!

João Heitor

Sem comentários: