segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Parcerias concelhias...



 Numa altura em que o sector empresarial nacional e internacional atravessa uma crise de crescimento, importa reforçar parcerias, definir estratégias de acção e de actuação conjuntas que rentabilizem recursos, rasguem fronteiras e afirmem produtos.

Foi nesse sentido que o Município de Ourém e a ACISO criaram o Gabinete de Apoio e Promoção da Actividade Empresarial (GAPAE) no concelho de Ourém.

Enaltece-se a cooperação, a disponibilidade, a preocupação destes dois parceiros em torno do sector empresarial, do empreendedorismo, da internacionalização da economia concelhia, do turismo e promoção internacional do que existe em Ourém, em Fátima, no Agroal...

O GAPAE tem vindo a desenvolver um conjunto de iniciativas cujos frutos são já visíveis e reais. Hoje possuímos um Centro de Empresas em Ourém que permite a uma pessoa que possua um projecto, um novo conceito, de o implementar, desde o ponto zero, com apoios em termos de recursos físicos e de orientação empresarial. 

A concretização do projecto Via Verde para o Investimento e a Actividade Empresarial, as diversas missões empresariais e de dinamização do potencial turístico de Ourém e Fátima têm alcançado uma significativa dimensão estratégica que se consolidou com a realização do I Encontro Internacional de Operadores Turísticos, assim como outras participações em feiras e encontros internacionais do mercado turístico.

Estas são também as acções, as iniciativas que se desenvolvem em prol do concelho, em prol da economia e dos empresários que criam emprego e que geram riqueza. Estas são as dinâmicas, as respostas para o mercado mundializado que se concretizam com parcerias concelhias, enobrecendo todos os seus protagonistas.

Ourém marca pela positiva, com objectividade e estratégia definida e implantada pelo Município de Ourém e pela ACISO. Resistir, combater, encontrar soluções e alternativas são desígnios dos líderes que, espontânea e naturalmente, olham o horizonte e reescrevem o futuro com esperança.

João Heitor

Sem comentários: