segunda-feira, 30 de janeiro de 2006

domingo, 29 de janeiro de 2006

sábado, 28 de janeiro de 2006

Como vou...?

Têm-me perguntado como é que eu vou…

E eu respondo… andando…

O que é que havia de dizer...?


quinta-feira, 26 de janeiro de 2006

Desafio...

Há diferentes tipos de linguagem.

Porém, há sons, olhares, expressões, que até entre seres racionais e irracionais funcionam…

Que o diga esta menina…

terça-feira, 24 de janeiro de 2006

Solução...

Numa altura de crise económica, as batatas sempre são um recurso alimentar que pode substituir a carne, o peixe e a fruta, que já não se podem comprar, para que ainda se consigam pagar os empréstimos da casa, do carro, do plasma…

domingo, 22 de janeiro de 2006

Declarações do "baú" sobre novo P.R.

Algumas recordações tiradas do "baú político" de Alberto João Jardim,
sobre aquele, que a partir desta noite foi escolhido como Presidente da República...
Eles que são do mesmo partido é que se devem conhecer.
Eu, por aqui, respeito quem em democracia vence eleições... Mas, ambos as vencem...
l
Alberto João Jardim...
"Cavaco Silva é um tecnocrata, um político muito caloiro.
Vejo nele um bom ministro, mas não lhe reconheço capacidade para chefiar um governo"
1982, AGOSTO
"Não é fácil esta relação financeira com o governo da República [chefiado por Cavaco Silva].
Pensar que vai aparecer um primeiro-ministro, seja de que partido for, 
a dizer que está perdoada a dívida da Madeira, sem mais nem menos, 
isto é acreditar que o Céu vai transferir-se para a Terra.
Isso não vai acontecer, não acredito no perdão da dívida".
1991, NOVEMBRO
"A ida do prof. Cavaco para Belém seria nociva ao País e ao PSD"
1993, NOVEMBRO
"Não é com as caras de ministros do último governo de Cavaco Silva 
que se vai fazer a renovação do PSD"
1996, JANEIRO
"Marcelo está a conduzir bem o partido.
Isso não podia continuar num certo dogmatismo e na teimosia política
que marcou desastrosamente os últimos dois anos do cavaquismo"
1996, DEZEMBRO
"Para voltar aos tempos do cavaquismo, só por cima do meu cadáver.
Os fantasmas do cavaquismo não assustam, têm é de ser exorcizados de vez"
1996, DEZEMBRO
"As nossas lutas [pela autonomia] tiveram obstacularização dentro do nosso
partido no tempo de Cavaco Silva e dos seus colegas de direcção"
1998, FEVEREIRO
"Se é para voltar ao cavaquismo, serei oposição dentro do partido"
1999, MARÇO
"Ele [Cavaco] não gosta muito da minha maneira de fazer política,
pois enquanto esteve no poder nunca me convidou para colaborar
em qualquer actividade partidária. Não me fez falta nenhuma".
2000, ABRIL 
"É natural que eles queiram ver-se livres de mim.
Dentro do PSD cavaquista não morrem de amores por mim"
2001, OUTUBRO
"Só o facto de Cavaco Silva não gostar que ele seja o líder do PSD
é mais uma razão para eu apoiar Santana Lopes"
2004, JANEIRO
"Se Santana Lopes não avançar para Belém, Cavaco Silva não terá caminho livre",
2004, MAIO
"Não gostava de ver Cavaco Silva como candidato do PSD à Presidência da República"
2004, OUTUBRO
Cavaco Silva teve um comportamento "inqualificável" e 
proferiu declarações que "prejudicam o PSD e causam instabilidade no país". 
"Em democracia os maus políticos são aqueles que são rejeitados pelo povo (…)
o povo já o rejeitou numas eleições presidenciais".
2004, DEZEMBRO
Cavaco Silva “é um homem do sistema (…)
Não espere que alguém do partido na Madeira se levante cedo para ir pedir os votos nele”.
2004, DEZEMBRO
"Estou farto deste PSD e ideologicamente num campo oposto
às opções neoliberalistas e cavaquistas"
2005, FEVEREIRO
[Como Cavaco] "diz que a Constituição não é um problema do País,
ninguém levanta aqui o rabo da caminha
para trabalhar para o cavalheiro" [nas presidenciais]
2005, JUNHO
“A atitude do professor Cavaco justifica a abertura de um processo disciplinar que, 
se houver vergonha, culmina com a expulsão do senhor Silva”
2005, FEVEREIRO
Cavaco Silva “apesar de ter uma maioria absoluta, deixou as Forças Armadas 
e as forças de segurança no estado subversivo em que se encontra.
Deixou a Educação no estado decadente e sem valores em que se encontra,
a justiça com a falta de credibilidade que tem. E a cultura foi o que se viu.
Nas áreas que eram essencialmente políticas não mexeu uma palha”.
2005, AGOSTO

Pequenos, mas grandes...

Há pequenos gestos que fazem a diferença…

sábado, 21 de janeiro de 2006

Caminho...

Os caminhos são fortuitos,

incertos para percorrer.

Um dia receamos, estremecemos.

Noutro dia, ousados, os iremos atravessar…

l

João Heitor

Janeiro 2006

quarta-feira, 18 de janeiro de 2006

Até sempre amigo...

Mais um amigo que partiu...

Ingrata vida, que nos levas os amigos e as boas pessoas que neste planeta vivem...

domingo, 15 de janeiro de 2006

Ensinamentos I

Os pequenos mestres a mostrar-nos a sua grande sabedoria... o futuro está garantido!
Vejamos se aprendemos alguma coisa com eles…

"Se gostavas de ter um cão, começa por pedir um cavalo."

Luis-13 anos

"Nunca te metas com uma miúda que já te bateu uma vez"

Pedro-9 anos

"Se a tua mãe esteve a discutir com o teu pai, não a deixes pentear-te."

Sara-12 anos

"Se quiseres dar banho a um gato, prepara-te para tomares um também."

João-10 anos

"Nunca se deve confiar num cão para guardar a nossa comida."

Gonçalo-11 anos

"Nunca entre numa corrida com os atacadores desapertados."

André-12 anos

"Quantos mais erros faço mais esperta fico."

Inês-8 anos

"Há muitas coisas que a gente sabe e que as notas não dizem."

Rita-10 anos

"Quando as coisas estão escritas em letras pequenas é porque são importantes."

Diogo -10 anos

Eu pensava duas vezes...

É este homem que, segundo as sondagens, os Portugueses querem de volta?!?

quarta-feira, 11 de janeiro de 2006

O homem tinha razão!

Há uns meses atrás, comprei uma cama nova.

Um dos homens que a foi montar, depois de uma conversa diversificada em temas e “qualidade”, disse-me que era “amigo” do Presidente do PSD, Marques Mendes.

Era um homem simples, aquele que com as mãos cheias de calos me falava.

Não liguei. Até achei graça.

Pensei que o senhor gostava do PSD, ou que militava neste partido.

Porém, esta semana, no jantar da candidatura de Cavaco Silva em Pombal, vi o senhor que foi lá a casa “montar a cama”, ao lado de Marques Mendes, e a entregar-lhe algo...

Afinal, o homem tinha razão!

Só ainda não percebi é porque é que Marques Mendes tem "conselheiros" que “montam camas”!

Quererá Marques Mendes surgir nas televisões rodeado de homens e mulheres simples, trabalhadores e das bases populares do partido, para ir buscar votos à esquerda?

Só pode ser essa a hipótese!

domingo, 8 de janeiro de 2006

Jardim sobre Cavaco...

Este senhor, o Dr. Alberto João Jardim cantava este fim de semana:

“Quem é que não vê, quem é que não acha que o Professor Cavaco põe Portugal em marcha?”…

Em marcha? Só se for de marcha atrás…

Mas o Dr. Jardim é “craque” nestas afirmações…

Um dia chateado com Cavaco Silva dizia aos jornalistas: “Esse senhor, o senhor Silva…”. Agora pelos vistos já é Professor…

Mas, esta definição de “bastardo” do Dr. Alberto João Jardim, fica mesmo para os anais da história… Mai nada!

quinta-feira, 5 de janeiro de 2006

Mulheres...


Recebi um mail de uma amiga minha, que contem análises sobre as mulheres.

Como concordo com elas, publico-as, dizendo que as mulheres fazem muita falta aos homens.

Se nós convivemos, discutimos, trocamos experiências, alimentamos amores, amizades, partilhamos sentires, momentos, é porque entre homens e mulheres a cumplicidade é real!

Mas aqui vai...

Mulheres...

Não ficamos carecas...

Temos um dia internacional...

Sentar de pernas fechadas não dói...

Podemos usar tanto rosa quanto azul...

Sempre sabemos que o filho é nosso...

Temos prioridade em botes salva-vidas...

Não pagamos a conta. No máximo rachamos...

A programação da TV é 90% voltada para nós...

Somos os primeiros reféns a serem libertados...

A idade não atrapalha nosso desempenho sexual...

Podemos ir para o trabalho de bermudas e sandálias...

Se somos traídas, somos vítimas; se traímos, eles são cornos...

Podemos dormir com uma amiga sem sermos chamadas de lésbicas

Somos capazes de prestar atenção em várias coisas ao mesmo tempo...

Mulher de embaixador é embaixatriz; marido de embaixadora não é nada...

Não nos desesperamos em frente a um campo de grama com bola e 22 mulheres...

Somos monogâmicas (embora precisemos testar vários homens para ter um)

Mulher de Presidente é Primeira-Dama; marido de presidenta é um zero à esquerda, mesmo que ele seja de direita...

Se resolvemos exercer profissões predominantemente masculinas, somos "pioneiras", mas se um homem resolve exercer uma profissão tipicamente feminina, é bicha...

E por último: Fazemos tudo o que um homem faz, e de ..SALTO ALTO!

SOMOS UM SHOW!

Fuga...

Por vezes precisava assim de uma fuga...

De um local por onde me esgueirar...

No meio de tantos livros e aulas, o tempo não me deixa parar...

E cansado avanço sem tempo para mim, ou para dar...