segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A humildade é valor que não cabe no dicionário de certa gente...

Admiro as doutas inteligências que tudo sabem, nunca erram e têm sempre razão...

(Apesar de nunca ter conhecido nenhuma)

domingo, 16 de janeiro de 2011

Nós em vez do Eu... E Ser em vez de "querer"...

A vida é composta de mudanças.

Mudam-se os tempos, as pessoas, como escreveu o poeta.

Desde a nascença até à morte, não será o ser “qualquer coisa” que importa e conta.

O ser, é pessoa no seu expoente máximo.

E para o ser, de dentro deve afirmar-se a luz do valor.

De fora podem-se vestir fatos e fardas, mas é do interior que afirmamos a essência que nos compõe, e, nos faz.

Entre os vários percursos, afirmar o ser interior é polir a nobreza dos valores.

Não se deve dirigir as energias para dentro. Deve-se dirigir as energias para fora.

Para os outros, para o colectivo que une e fortalece a sociedade.

Utópico? Sim.

Mas, se à rotina, se ao facilitismo vendessemos a alma, então aí tinhamos perdido o combate de décadas...

domingo, 9 de janeiro de 2011

Esse papel não é meu?

Ao longo dos séculos que o Homem sente necessidade de marcar o seu território.

A posse, de bens ou de poderes, foi e continua a ser um objectivo premente para algumas mentes.

A legitimidade com que se “vive”, “faz” e “convive”, eticamente deve ser proporcional à moral que se apregoa.

Que a frontalidade impere, e que a elevação se instale... de vez!

A gerência e a sociedade, agradecem...