domingo, 30 de abril de 2006

No fim...

Há erros assim. Com e e sem i. Nem sempre com ortografia ou sintaxe…

Talvez os de percepção. De sentido de oportunidade.

Todos erramos. Eu erro. Muito. Talvez demais.

Talvez faça bem o que menos importa.

Talvez erre em algumas questões racionalmente, mas siga a emoção e o coração.

Talvez erre em questões emocionais mas acerte em algumas mais racionais...

A auto crítica nem sempre é fácil, mas por vezes ajuda a situarmo-nos…

No fim, com erros, omissões, certezas e boas decisões, o que importa é estarmos bem e sentirmo-nos vivos...

sábado, 29 de abril de 2006

E tu Baía....?

Como é que se pode aceitar polémicas em torno do Seleccionador Nacional em vésperas de um Campeonato do Mundo?

Convoquem as vacas….

segunda-feira, 24 de abril de 2006

25 de Abril...Sempre!

Aproxima-se a comemoração do 25 de Abril.

Os valores que levaram à queda de um regime estão hoje descurados.

Não se valoriza a liberdade. Pedem-se direitos e esquecem-se deveres.

Mais do que recordar Abril, devemos praticar os valores que a ele estão associados, no nosso dia a dia.

sábado, 22 de abril de 2006

Ele passou... e chegou ao outro lado...

Há passos que são pequenos.

Mas, grandes ao mesmo tempo.

A pouco e pouco chegamos ao nosso destino.

Alcançamos objectivos.

Com a nossa energia.

Com o nosso esforço, mesmo contra a chuva e o vento.

Mesmo com barreiras que outros jamais ousariam atravessar…

sexta-feira, 21 de abril de 2006

Inesperadamente...

Precisamos de ter cuidado na vida.

Por vezes, as grandes desilusões surgem-nos de quem menos esperamos e quando menos esperamos…

Nem que seja ao virar da esquina…

terça-feira, 18 de abril de 2006

Ter ou Ser...

Um pai, bem na vida, querendo que o seu filho soubesse o que é ser pobre,
levou-o a para passar uns dias com uma família de camponeses.
O menino passou 3 dias e 3 noites no campo.
No carro, regressando para a cidade, o pai perguntou:

Como foi a tua experiência?
Boa, responde o filho, com o olhar perdido à distância.
E o que aprendeste?
Insistiu o pai.
O filho respondeu:
Que nós temos um cão e eles têm quatro.
Que nós temos uma piscina com água tratada, que chega até a metade do nosso quintal.

Eles têm um rio sem fim, de água cristalina, onde tem peixinhos e outras belezas.
Que nós importamos lustres do Oriente para iluminar o nosso jardim, enquanto eles tem as estrelas e a lua para iluminá-los.
Que o nosso quintal chega até o muro. O deles chega até o horizonte.
Nós compramos a nossa comida e eles cozinham-na.
Nós ouvimos CD's... Eles ouvem uma perpétua sinfonia de pássaros, periquitos, sapos, grilos e outros animais...tudo isso às vezes acompanhado pelo sonoro canto de um vizinho que trabalha a terra.
Nós usamos microondas. Tudo o que eles comem tem o glorioso sabor do fogão a lenha.
Para nos protegermos vivemos rodeados por um muro, com alarmes...
Eles vivem com as portas abertas, protegidos pela amizade de seus vizinhos.
Nós vivemos conectados ao telemóvel, ao computador, à televisão.
Eles estão 'conectados' à vida, ao céu, ao sol, à água, ao verde do campo, aos animais, às suas sombras, à sua família.
O pai ficou impressionado com a profundidade de seu filho e então o filho terminou:
Obrigado, pai, por teres ensinado o quanto somos pobres!
Cada dia estamos mais pobres de espírito e de observação da natureza...
Preocupamo-nos em TER, TER, TER, E CADA VEZ MAIS TER, em vez de nos preocuparmos mais em SER: SER cada vez mais, SER cada vez melhor.

SER verdadeiro, SER livre, SER completo.

domingo, 16 de abril de 2006

Confusão...

Há caminhos que nem sempre são os melhores.

Na vida, na estrada ou até pelo ar…

Que o diga o piloto desta aeronave que confundiu a pista com um ribeiro…


sábado, 15 de abril de 2006

Realidades...

Consolo aos mais veteranos

Aos 85 anos de idade, Morris casou-se com Ana, de 25.
Devido ao marido ser tão idoso, ela decide que deverão dormir em quartos separados. Terminada a festa do casamento, cada um vai para seu quarto.
Ana prepara-se para deitar, quando ouve batidas fortes na porta. As batidas insistem. Ao abrir a porta ela depara-se com Morris, com seus 85 anos, pronto para a acção.
Tudo corre bem e após uma relação quente e vigorosa, Morris despede-se e vai para seu quarto.
Passados alguns minutos, Ana ouve novas batidas na porta do quarto... é Morris, novamente pronto para a acção.
Ela surpreende-se, mas deixa-o entrar. Terminada a relação, Morris beija-a carinhoso e despede-se, indo para seu quarto.
Ana prepara-se para dormir novamente, quando escuta fortes batidas na porta. Espantada, Ana abre e se depara com Morris, mais do que pronto para a acção, com aspecto vigoroso e renovado.
Ela diz:
- Estou impressionada que na sua idade possa repetir a relação com esta frequência. Já estive com homens com um terço da sua idade e eles contentavam-se apenas com uma vez. Você, Morris, é um grande amante!
Desconcertado, ele pergunta:
- Eu já estive aqui antes?

Moral da história:

A velhice não deve assustar, pois o Alzheimer tem suas vantagens!!!

quinta-feira, 13 de abril de 2006

terça-feira, 11 de abril de 2006

domingo, 9 de abril de 2006

Para manter uma relação...

"Passar a maior parte do tempo a namorar em vez de irmos trabalhar." - Tomás - 7 anos

"Não esquecer o nome da namorada. Isso estragava tudo!" - Ricardo - 8 anos

"Pôr o lixo lá fora todos os dias." - Guilherme - 5 anos

"Nunca dizer a uma pessoa que se gosta dela se não for verdade." - Pedro - 9 anos

Eles é que sabem...

sábado, 8 de abril de 2006

Respirar...

Cada minuto, na vida a deambular, é o mesmo minuto, em mil locais, por outros seres, noutros lugares, numa vida a respirar…

quinta-feira, 6 de abril de 2006

Férias da Páscoa

Chegou a altura de repousar um pouco…

De retemperar energias…

Para os próximos tempos que se aproximam!

terça-feira, 4 de abril de 2006

Problemas...

Seis em cada 10 franceses apoiam a quinta jornada de greves e manifestações convocada hoje contra o Contrato do Primeiro Emprego, CPE, segundo uma sondagem publicada pelo diário económico Les Echos.

Esta crise em França, país da Revolução e da implementação da Solidariedade, Fraternidade e Igualdade, questiona-nos sobre o caminho que as políticas europeias, a nível social estão a conduzir os cidadãos. Políticas ditadas por uma obsessão economia, que lidera as políticas da União e a vida de um projecto europeu que não atinge os ideais e os objectivos traçados pelos seus fundadores…

segunda-feira, 3 de abril de 2006

Estacionar e... espanhóis!

O Primeiro-ministro espanhol, em visita oficial a Portugal, iria conhecer uma escola de Lisboa.

O director da escola foi preparar os seus alunos para receberem bem a importante visita.
-Vocês devem ser educados com o senhor Zapatero.

Joãozinho, eu vou-te perguntar o que é a Espanha para nós.

E respondes que a Espanha é um país amigo.
- Não, senhor director! A Espanha é um país irmão.
- Muito bem, Joãozinho. Mas não é preciso tanto. Diz apenas que a Espanha é um país amigo.
- Não e não, a Espanha é um país irmão!

Porque amigos nós podemos escolher…!

domingo, 2 de abril de 2006

Perto...

Por vezes parece que passamos perto. Perto demais.

Até parece chegarmos a tocar.

Só não temos a sensibilidade, o polimento de saber o que tocar…

A alma? O sentimento? O amor? A amizade? …