quinta-feira, 30 de dezembro de 2004

Valeu a pena!

A 12 de Novembro coloquei este post neste blog, como forma de protesto. Uma jornalista do Semanário Região de Leiria (o jornal mais lido do Distrito de Leiria e arredores) disponibilizou-me um espaço para denunciar esta questão. Oportunidade essa que aproveitei. Soube que há 2 semanas atrás esta carta foi publicada no referido Semanário. Decerto ela terá servido para agitar consciências e alertar responsáveis. Aqui fica para ser recordada.

Há prioridades!
Na pequena localidade da Quinta da Sardinha, freguesia de Santa Catarina da Serra, Concelho de Leiria, há uma escola do 1º Ciclo, que se encontra "literalmente" rodeada (pela esquerda, por trás e pela direita do edificio) por uma Industria de Madeiras. Em frente da Escola passa a Estrada Nacional 113, onde o tráfego é muito intenso.

As questões que coloco são simples:
- Em que condições os alunos ouvem a professora, e a professora os ouve a eles?
- Quais são as condições que os alunos têm para se concentrar, tendo em conta o constante ruído das máquinas, e das entradas e saidas de camiões naquela unidade industrial?
- Em que condições de segurança (face a incêndios ou qualquer outro acidente numa unidade deste tipo), se encontram as crianças que estão naquela escola?
- Em que condições chegam e saem da escola aquelas crianças, junto à Estrada Nacional 113?
Não olham as autoridades escolares, municipais e regionais para esta situação?Não existem verbas que permitam transferir a escola daquele local para outro, mais digno e apropriado, para um estabelecimento de ensino?Estarão as autoridades à espera que aconteça alguma catástrofe para depois actuarem?Se prioridades neste país devem haver, esta, é uma delas.As crianças de hoje são os homens de amanhã...

quarta-feira, 29 de dezembro de 2004

A “intifada” já começou!

O Presidente do PSD, Santana Lopes continua a criticar o Presidente da República relativamente à decisão deste, em dissolver a Assembleia da República e convocar eleições legislativas antecipadas. Através de carta dirigida aos militantes do PPD/PSD, o actual Primeiro Ministro demissionário retoma a velha máxima do “deixem-me trabalhar”, ou melhor do “eu queria trabalhar e não me deixaram”… Só de pensar que nestes últimos 2 anos houve um aumento de 200 mil novos desempregados, e que o défice subiu…

Entretanto, os “escribas” e “boys” laranja sentam-se à frente dos computadores na “entifada” política contra o PS e o Presidente da República. Como que a justificarem o “soldo” que auferem mensalmente, num sinal de dedicação e “vassalagem” política aos seus protectores…
Outros há, que dado o seu afastamento desde o último acto eleitoral, procuram regressar às colunas dos semanários e quinzenários regionais e locais, solicitando o tal “espacinho” para voltar a escrever. As eleições legislativas estão aí e eles têm de se mostrar, reaparecendo fiéis aos valores, princípios, causas e gentes das suas terras!

Será que as pessoas andam distraídas com os problemas governamentais e com as eleições legislativas, passando para segundo plano os problemas das suas terras?

Com a chegada de um novo ano, resta-nos apelar à consciencialização de todos aqueles, que como nós, não estão satisfeitos e querem mais e melhor.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2004

A razão...

O Pai Natal este ano não veio a Portugal.Estava com medo que as prendas fossem confiscadas para ajudar a amortizar o défice...

terça-feira, 21 de dezembro de 2004

Boas Festas

Desejo a todos os visitantes e amigos umas Boas Festas. Que a solidariedade que as pessoas abraçam nesta quadra se estenda por 2005, no dia a dia das nossas vidas...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2004

O que foi que disse?!?

José Sócrates tem apelado aos cidadãos/eleitores portugueses para darem uma Maioria Absoluta ao PS nas próximas eleições legislativas.
Discordo deste pedido do Secretário Geral do PS.
O PS não tem de pedir Maioria Absoluta a ninguém.
Tem de apelar ao voto dos portugueses no Partido Socialista, por este ter as pessoas certas e o programa eleitoral capaz de resolver os problemas do nosso país.
Nada mais do que isso. No final da votação, e depois de apurados os resultados eleitorais o PS e José Sócrates constatarão, se o PS alcançou, ou não, a tão desejada Maioria Absoluta.
Cada português eleitor tem um voto, e é na soma de todos eles que o partido mais votado vence eleições. Ninguém sabe se faltam 10, 100, 1000 ou 10.000 votos para o PS ter Maioria Absoluta.
E há ainda aquelas pessoas que são capazes de deixar de votar no PS com medo que este partido consiga a Maioria Absoluta, votando noutro partido... Será que os estrategas políticos nacionais do PS não pensam nestas pequenas, mas importantes questões?

terça-feira, 14 de dezembro de 2004

O cordão policial, anormal.

Um cordão policial anormal, aguardava esta manhã, junto à Assembleia de Freguesia de Costa da Caparica, por 2 Ministros do actual governo. Este mesmo governo que se encontra na incubadora, ou na calha de um qualquer "aterro político". No talho falavam da elevação de Costa da Caparica a cidade e do lançamento de um concurso para a nova esquadra da PSP desta localidade. Esta a razão das tais individualidades...
Nada de anormal, nesta situação. Porém era de admirar o forte contingente policial que por ali rondava e aguardava as tais figuras políticas demissionárias.
Já à saída do talho, um homem dos seus 60 anos desabafava e dizia que quando eles chegassem, iria tentar perguntar a um qualquer ministro, porque é que reduziram a sua reforma, e se com menos de 250 euros por mês, alguém doente e no fim da vida, conseguia sobreviver...
Depois, e só depois percebi 2 coisas. O contigente policial alargado... e as dezenas de pessoas que aguardavam atrás de grades limitadoras...
Viva a (dé)mocracia...

segunda-feira, 13 de dezembro de 2004

Perdido... Será Santana?

Recebi por mail. Não podia deixar de partilhar. Qualquer semelhança com a actual situação do 1º Ministro é pura coincidência...
Um homem anda por uma estrada perto de uma cidade, quando percebe a pouca distância, um balão voando baixo. O balonista acena-lhe desesperadamente, consegue fazer o balão baixar o máximo possível e grita-lhe:"Ei, você, poderia ajudar-me? Prometi a um amigo que me encontraria com ele às duas da tarde, porém já são duas e meia e nem sei onde estou.Poderia dizer-me onde eu me encontro?"O outro homem, com muita cortesia, respondeu:"Mas claro que posso ajudá-lo! Você encontra-se num balão de ar quente, flutuando a uns vinte metros acima da estrada. Está a quarenta graus de latitude norte e a cinquenta e oito graus de longitude oeste."O balonista escuta com atenção e depois pergunta-lhe com um sorriso:"Amigo, você é engenheiro? ""Sim, senhor, ao seu dispor! Como conseguiu adivinhar? ""Porque tudo o que você me disse está perfeito e tecnicamente correcto, porém essa informação é-me totalmente inútil, pois continuo perdido. Será que não tem uma resposta mais satisfatória?"O engenheiro fica calado por alguns segundos e finalmente pergunta ao balonista:
"E você, não será por acaso um social-democrata?"Sim, sou realmente filiado no PSD. Como descobriu?""Ah! Foi muito fácil! Veja só: você não sabe onde está nem para onde vai;fez uma promessa e não tem a mínima ideia de como irá cumpri-la e ainda por cima espera que outra pessoa resolva o seu problema.
Continua exactamente tão perdido quanto antes de me perguntar. Porém, agora, por um estranho motivo, a culpa passou a ser minha..."

domingo, 12 de dezembro de 2004

Parabéns FCP

O Futebol Clube do Porto conquistou a ultima Taça Intercontinental de Futebol dando assim ao continente europeu a vitória absoluta na história do troféu.
Quer se goste ou não, o FCP tem conquistado importantes títulos e levado bem longe o nome de Portugal, no mundo do futebol.
A liderança de Pinto da Costa, agora posta em causa com a sua chamada a tribunal, no decorrer do processo "Apito Dourado", colocará em causa os títulos obtidos nos últimos anos por este Clube?

sábado, 11 de dezembro de 2004

Para descontrair...

A verdadeira bravura está em chegar a casa bêbado, de madrugada, ser recebido pela mulher com uma vassoura na mão e ainda perguntar:

Vais varrer ou vais voar?!?

quinta-feira, 9 de dezembro de 2004

A vítima!

A vítima é Santana Lopes.
Apontou baterias para o Presidente da República que o "aturou" durante 4 meses de mais "desgovernação" e agora diz que não o deixaram governar...
Que "bandido" esse Sr. Presidente da República que não deixou o Santana afundar o país...
Cuidado com o PPD e o Populismo de Santana e Portas.
Eles são profissionais nessa arte...
Até a Cinha já saiu da Quinta das Celebridades...
Foi solidária com a saída próxima de Santana de São Bento...

domingo, 5 de dezembro de 2004

Mais maduro!

Hoje perguntaram-me se me sentia mais velho, por ter passado mais um aniversário.
Respondi que não. Tal como um anúncio a uma bebida: "uns envelhecem, outros amadurecem".
Eu sinto-me mais maduro.
Talvez pelas barreiras que na vida fui obrigado a ultrapassar.
É assim que crescemos, e amadurecemos...

E depois o Sampaio é que é o culpado!

DIÁLOGOS NA INCUBADORA
- Agora é que a arranjaste bonita...
- Eu? Ó Paulo, mas tu não viste que foi o desgraçado do Sampaio? E os gajos do meu partido que não paravam de dar chapadas ao puto na incubadora...
- Guarda essas cenas para os tempos de antena. Se há aqui alguma vítima, sou eu. Bem que a minha mãe me avisou para não me meter contigo.
- Já pareces a Cinha, sempre a dar-me na cabeça: que devia ler os dossiês, que devia pensar antes de abrir a boca. Ninguém me compreende!
- Vá, vá, não comeces agora a chorar. Não és assim tão mau, pronto. Mas já viste bem as broncas que os teus amigos deram?
- Broncas, mas que broncas, pá? Pareces os comunas da imprensa...
- Nem sei por onde comece: aquele tonto do Silva com a história do Marcelo, este oligofrénico que nem sei como se chama a sair do governo aos urros...
- Oh, oh! E quem é que se armou em prima da dona durante o meu lindo congresso? Não chamaste tonto ao Silva quando ele veio a Lisboa acalmar-te os achaques, pois não? E olha que aquela ideia de mandar os barcos de guerra contra as holandesas do aborto também foi do além!
- Por falar nisso, esta história do bebé prematuro... só não bato palmas porque estão aqui estes jornalistas todos à espera que nos peguemos.
- Pois, pois. Mas águias passadas não morrem velhinhas. Temos mas é de preparar o futuro!
- Tipo quê, destituir o Sampaio?
- Mas não viste as sondagens de ontem?
- Então não vi? 3% para o PP... com sorte elegemos para aí meio deputado.
- Pois é. Temos de fazer pela vidinha! Tu que tens montes de contactos, não nos arranjas uns empregos à altura dos nossos currículos?
- Para ti, só se for como espantalho...
- Hã? Estás a falar para dentro! O que é que disseste?
- Que há por aí muito bom trabalho... Olha; estou já ao telemóvel a tratar disso. Não te preocupes e deixa as coisas aqui com o Paulo. Está sim? Zé Braga Gonçalves? És tu? Oh, pá, então já sabes da desgraça... olha, eu estava aqui a pensar... não te sobrou nenhuma empresa que precise de quadros qualificados e que tenha um ou dois Jaguares a mais?

quinta-feira, 2 de dezembro de 2004

O Cálvário...

Terça feira foi mesmo dia de novidades. Pela meia noite acedi à página da DGRH do ME. Fui a colocações cíclicas e lá estava o meu nome.

Colocado em Setúbal, com 15 horas até ao fim do presente mês...

Para quem tem direito a horário completo, foi ultrapassado nas colocações, por erro do ME, e é colocado a fazer uma substituição por 1 mês... É demais. Estou a explodir de felicidade. O dinheiro que vou ganhar este mês nem dá para pagar casa, combustível... Aliás, vou receber menos do que estando em casa a receber pelo subsídio de desemprego...

O que me faz ir daqui a pouco para Setúbal? Gostar de dar aulas e saber que há crianças à espera de um professor. É isso, e só isso que ainda me prende a esta profissão...


Boa viagem...

Terça feira, pelas 17 e 30 deixei um post sobre Santana Lopes/Governo/País...
10 minutos depois sabia-se que Jorge Sampaio ia dissolver a AR e não aceitara a proposta de Santana Lopes, de um novo nome para o lugar de Chaves.
As mensagens e os telefonemas sucederam-se. Mais uma vez as operadoras móveis em Portugal lucram... Até com a queda anunciada de um governo...
A minha opinião, face a esta situação é dupla. Por um lado fico feliz por Santana Lopes e Portas abandonarem o governo, possibilitando aos portugueses uma nova escolha, ou a recondução destas polémicas e controversas gentes. Por outro lado, acho que Sampaio devia ter continuado a cuidar da criança que tratou de colocar na "incubadora" em Junho, e à qual foi dando colo, ao longo dos últimos 4 meses.
Agora Santana é vítima. Porque não o deixaram trabalhar. Apesar de todos os analistas políticos dizerem que este Governo "caiu por si".
Veremos o que nos espera.