quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Recebido por email, e dando que pensar...

A desordem que tenho que limpar depois de uma festa,

significa que... estive rodeado de familiares e amigos!

As roupas que estão apertadas,

significa que...tenho mais do que o suficiente para comer!

O trabalho que tenho em limpar a casa,

significa que... tenho uma casa!

As queixas que escuto acerca do governo,

significa que... tenho liberdade de expressão!

Não encontro estacionamento,

significa que... tenho carro!

Os gritos das crianças,

significa que... posso ouvir!

O cansaço no final do dia,

significa que... posso trabalhar!

O despertador que me acorda todas as manhãs,

significa que… estou vivo!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

E é João Semedo do BE... Terá passado férias na Coreia do Norte?

João Semedo do Bloco de Esquerda considera que os deputados são imprescindíveis no caso de uma pandemia, aceitando assim ser já vacinado.

Não vacinem todos os funcionários do sistema nacional de saúde, os bombeiros, as pessoas que trabalham directamente com serviços de água, rede eléctrica e gás, e depois venham cá com a história de que os deputados é que salvam a nação no caso de uma pandemia…

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

E ainda houve quem votasse nesta gente para mais 4 anos...

A Câmara Municipal de Ourém informou as escolas de que iria entregar um kit para a Gripe A.

Algumas escolas já começaram a receber: num saco da Câmara três máscaras e dois pares de luvas!

Contaminados com bactérias, porque já foram mexidos. Além de dar vontade de rir, dá, simultaneamente, vontade de saber de quem foi a ideia peregrina.

Dá vontade de perguntar se andam a brincar às “casinhas” ou se precisam de um pouco de bom senso…

Dá vontade de pedir-lhes que tirem férias até à tomada de posse para que não se cometam mais erros.

E agora quem paga o alcatrão e as obras de campanha?

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Parabéns Paulo. Parabéns PS. Parabéns Oureenses.


Deu-se o 25 de Abril em Ourém.

Através dos votos conquistaram-se novos horizontes.

Abriram-se novas portas, com o brilho do sorrir, com o rasgar do olhar, com a emoção palpitante das batidas dos corações que encheram ruas, o largo do município…

Recordaram-se com saudade os que já não puderam dar o abraço físico e que de onde quer que eles estejam, foram recordados por muitos…

Este legado – o de ganhar e dar liberdade aos ourienses – foi um objectivo traçado, um caminho percorrido, uma bandeira agitada durante décadas.

Perdoem-se aos que a tudo deitaram mão para corromper a democracia.

Perdoem-se aos que menosprezaram a vontade das gentes deste concelho, que pensam por si e que se impuseram pela expressão do voto.

Soltem-se as amarras.

Recorde-se o passado, somente, para não repetir erros.

Construa-se o hoje. Edifique-se o futuro.

Recorramos aos braços dos nossos, como pilares, onde assente o brasão do concelho de Ourém, por Todos Nós!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Selecção concelhia


Uma boa equipa, é sempre uma boa equipa.

Que encha restaurantes, que engrosse uma mudança, que faça brilhar os olhos…

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Parabéns, Paulo Fonseca!


O debate entre os 4 candidatos à Presidência da Câmara Municipal de Ourém decorreu hoje.

Paulo Fonseca mostrou com tranquilidade e sem ataques pessoais, o projecto que tem para o concelho, sustentado por listas de homens e mulheres que querem o melhor para a sua terra!

Cuidado com os locais onde colocam alcatrão!!!

A força de acreditar!


A onda da mudança!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Não há machado que corte a raiz ao pensamento...

Há 18 anos que percorro as estradas do concelho de Ourém em caravanas do Partido Socialista.

Nunca, em período eleitoral havia assistido a uma massa de veículos, conduzidos por pessoas determinadas em mudar e dar o seu contributo para a mudança.

Foram quase 10 horas de carro a percorrer as localidades deste concelho.

Recebidos com abraços, bandeiras, manifestações de alegria.

E se nem a chuva abrandou a caravana do PS, também, nem a chuva evitou que as pessoas saíssem de suas casas à passagem, deixando-nos ver o sorrir, a felicidade desta onda de vitória.

A política faz-se também de afectos.

A política ultrapassa siglas partidárias e ideais estatutários.

A política, na sua essência, e pela escola de Aristóteles, é aquela que leva o pensamento humano individual, a juntar-se ao colectivo, e este a constituir-se como social.

Em Ourém, a mudança, neste tempos, constrói-se assim…

domingo, 4 de outubro de 2009

FIAT no Quim FIAT...


Não queria colocar este post.

Nas eleições legislativas há mais do que comícios, caravanas e debates…

Há ideias e projectos.

Mas, o dia de hoje merece destaque.

Vítor Frazão e a sua equipa fizeram uma Mega Caravana. Começaram por sair 5 carros de Ourém… Lá engrossou pelo concelho, tendo muita gente cumprido o calvário “por ter de ser”...

Com Quim Barreiros ao fim do dia seria de esperar uma enchente.

Estranham os mais atentos que só estiveram cerca de 1500 pessoas.

1500? Então no início da campanha Vítor Frazão não juntou no Centro de Negócios 1600 pessoas a pagar o jantar?

E com Quim Barreiros só estiveram hoje 1500 pessoas?

Em 2001 Paulo Fonseca juntou no mercado mais de 3mil… E não ganhou as eleições...

É assim tão evidente o decréscimo e o esvaziamento desta equipa que se apoderou do PSD, e que preconiza este projecto?

Porque será?

sábado, 3 de outubro de 2009

A mudança está à porta...


"Não é a espécie mais forte que sobrevive, nem a mais inteligente, mas aquela
que reagir melhor às mudanças"

Darwin