quinta-feira, 18 de novembro de 2004

18 de Novembro 2002

Hoje foi dia de reflectir. De reflectir um pouco mais.Mais do que é normal. De lembrar, um pouco mais... Como as saudades nos cortam, como uma faca invisível...

Mas hoje também é dia de pensar que a vida está aqui, em nossas mãos, para ser vivida.

E só assim, sem guerras e "coisas estúpidas" conseguiremos dar, receber e partilhar o que de bom há na vida.

Com letras verdes, pela esperança que deve inundar os nossos pensamentos, aliada à fé que nos acalenta a alma.

Sem comentários: