quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

Descrédito!

Recebi em casa, juntamente com a publicidade de um supermercado, um desdobrável, que aqui publico, que me envergonha enquanto católico.

Diz: “No ano em que se comemora o 90º Aniversário das Aparições de Fátima, Nossa Senhora chora…”?!?

Depois continuam num texto repleto de cinismo, usando a imagem de Nossa Senhora de Fátima, para levar as pessoas a votarem Não no Referendo sobre a Despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez a 11 de Fevereiro.

Usar a fé, as convicções religiosas desta forma?

Quem o faz, só está a cavar um fosso mais profundo entre os cidadãos e a Igreja Católica.


Já não basta a Igreja Católica ser contra o uso do preservativo, agora usa a imagem da Nossa Senhora de Fátima num Referendo?!?

Então em Espanha, França e noutros países quem pratica o aborto é herege?

Será que a Nossa Senhora de Fátima vai castigar esses pecadores?!?


As pessoas que fazem estes folhetos deviam respeitar a fé e a Religião Católica, assim como os seus crentes!

Assim, estão a contribuir para o inverso!

12 comentários:

Anónimo disse...

www.bombeirosdeourem.blogspot.com

Luís Sameiro disse...

A ICAR tem todo o direito de defender as posições que entende. As religiões são dogmáticas por natureza. A ICAR não é uma instituição democrática e não se pode pretender que os seus fundamentos mudem consoante a vontade dos crentes e seguidores.
É também necessário haver na sociedade de hoje, tão relativizante e cada vez mais solta de valores morais, instituições que mantenham firmes os seus princípos e se pugnem por os difundir e defender. Concordemos ou não com esses valores, é assim a liberdade.
Eu vou votar sim e ficaria chocado e desiludido se a ICAR não defendesse o não (seria um contrasenso).
Devo referir que não sou católico praticante e sou contra algumas posições da igreja, mas não pretendo que a icar mude ao sabor das "necessidades" da sociedade pois não é um partido político.

por mirandela disse...

O ÚNICO BLOG ONDE SE APRESENTAM ARGUMENTOS DOS DOIS LADOS, SIM E NÃO!

VISITE O BLOG DO EXERCÍCIO DE CIDADANIA
ENVIE O SEU TEXTO, A SUA OPINIÃO PARA PORMIRANDELA@HOTMAIL.COM

WWW.PORMIRANDELA.BLOGS.SAPO.PT

O BLOG DE CIDADANIA POR EXCELÊNCIA!

Carlos Pereira disse...

Realmente há cada uma que não se entende... Continuo sem perceber porque é que se misturaram valores morais com saúde pública.

So mais uma coisa... li num comment que há católicos "praticantes" e "não praticantes". Essa designação é opcional no momento do batismo ou da crisma (onde se faz a renovação dos votos batismais)?! Não, pois não?! Então ou se é Católico, ou não se é. Não há meios termos.

Simplificando para todos entenderem não deixo de ser do Benfica se não for ao estádio ver os jogos.

João Heitor disse...

Luís, concordo consigo, mas não havia necessidade de recorrer a estas imagens e a expressões "Ela chora por milhares de inocentes...".
Não concorda?

João Heitor disse...

Carlos, relações e gostos clubísticos à parte, valores morais e saúde pública, não se ajustam a interesses corporativistas ou políticos, não concorda?

Luís Sameiro disse...

Sim João, concordo que as imagens e expressões utilizadas nestes e noutros panfletos, pela igreja, não se ajustam muito bem aos tempos em que vivemos.

loira disse...

Há pessoas mto pouco coerentes em relação a certas questões e este Sr.Luis parece-me q ñ sabe mto bem para q lado cair. É mto mau quando as pessoas têm q usar certo tipo de imagens para mexer com os sentimentos das pessoas e tentar levá-las a mudar de opinião como mudam de camisa.

Bjinhos João

Carlos Pereira disse...

João,

concordo plenamente. Contudo gostaria de separar "crenças religiosas" de "valores morais". Muitas vezes a religião "aniquila" aquilo que deveriam ser os valores morais... mas isso são contas de outro rosário (passo a expressão).

Rosa dos Ventos disse...

Este panfleto foi comentado ontem no Eixo do Mal!
Gostei do argumento de Jorge Coelho!

Rosa dos Ventos disse...

Expliquei-me mal!
Claro que Jorge Coelho não esteve no Eixo do Mal!
Não me lembro onde é que ele fez essas declarações...

João Heitor disse...

Pelos vistos isto foi para todo o país.
Inicialmente pensava que isto fosse um fenómeno local, devido à proximidade de Fátima.
Mas, o erro foi nacional.